Saturday 15 May 2021
Home      All news      Contact us      RSS      English
desporto - 1 month ago

Champions: FC Porto falha recuperação de mais de um golo na Europa pela 16.ª vez

O FC Porto teve esta terça-feira frente ao Chelsea a 16.ª possibilidade de virar uma eliminatória europeia de futebol após perder a primeira mão por mais de um golo, mas voltou a falhar, apesar do triunfo.Em Sevilha, que foi a casa dos ingleses, depois de ter sido a dos portugueses na quarta-feira, um golo de Taremi, aos 90+4 minutos, foi insuficiente para ‘apagar’ os da primeira mão, apontados por Mount (32) e Chilwell (85).Desta forma, e apesar de uma longe história europeia, o FC Porto continua sem conseguir virar qualquer desaire por dois ou mais golos: o máximo que conseguiu foi virar um tento de desvantagem, em seis ocasiões.Após começarem a perder, os ‘dragões’ só lograram dar a volta a Vejle (1981/82), Dínamo Zagreb e Glasgow Rangers (ambos em 1983/84), Vitkovice (1986/87), Panathinaikos (2002/03) e Roma (2018/19).Estes desaires foram, porém, por apenas um golo – 1-0 ou 2-1 -, e só numa ocasião é que a reviravolta aconteceu em reduto alheio, nos quartos de final da Taça UEFA de 2002/03, com um triunfo na Grécia por 2-0, após prolongamento.Depois de um desaire por 1-0 nas Antas, culpa de um tento do internacional polaco Emmanuel Olisadebe (73 minutos), os comandados de José Mourinho venceram em Atenas por 2-0, com um ‘bis’ de Derlei (16 e 103).Os ‘dragões’ acabaram por vencer a Taça UEFA, curiosamente em Sevilha, onde disputaram com o Chelsea o acesso às meias-finais da edição 2020/21 da ‘Champions’, culpa das restrições relacionadas com a pandemia de covid-19.No ‘papel’, o primeiro jogo foi em casa portista, pelo que se tratou apenas da quarta vez que os ‘azuis e brancos’ perderam uma primeira mão como anfitriões por mais do que um golo, depois de dois desaires por 2-0, com Nantes (1971/72) e Juventus (2016/17), e um por 5-0, com o Liverpool (2017/18).Em 1971/72, na primeira eliminatória da Taça UEFA, o FC Porto empatou 1-1 em França, em 2016/17, nos ‘oitavos’ da ‘Champions’, perdeu por 1-0 em Turim, e, em 2017/18, ficou-se por um empate a zero em Anfield Road.Os ‘dragões’ nunca deram a volta em reduto alheio a uma desvantagem de dois ou mais golos, mas também nunca o conseguiram fazer nas Antas ou no Dragão.O FC Porto começou cinco eliminatórias fora com desaires por 2-0, face a Hamburgo (1975/76), Standard Liège (1981/82), FC Barcelona (1985/86), Borussia Dortmund (2015/16) e Liverpool (2018/19), e uma por 3-1, com Tottenham (1991/92).Face aos outros adversários, os ‘dragões’ venceram o Hamburgo por 2-1, empataram 2-2 com o Standard Liège e 0-0 com o Tottenham, e perderam por 1-0 com o Borussia Dortmund e por 4-1 com o Liverpool.O FC Porto também não conseguiu superar diferenças superiores a dois golos sofridas fora, o que aconteceu face a Hannover (0-5, em 1965/66), Hibernian (0-3, em 1967/68), AEK (1-6, em 1978/79), Anderlecht (0-4, em 1982/83), PSV Eindhoven (0-5, em 1988/89) e Manchester United (0-4, em 1996/97).


Latest News
Hashtags:   

Champions

 | 

Porto

 | 

falha

 | 

recuperação

 | 

Europa

 | 

Sources