Saturday 17 April 2021
Home      All news      Contact us      RSS      English
desporto - 1 month ago

Gil Vicente 0-2 FC Porto: Confiança redobrada para Turim

O FC Porto venceu sem problemas no reduto do Gil Vicente, com dois disparos de dois homens do meio-campo: Matheus Uribe e Sérgio Oliveira. O resultado, que só não foi mais dilatado devido à boa exibição do guarda-redes gilista Denis, permite aos dragões subirem provisoriamente ao segundo lugar. No entanto, nem tudo correu bem à equipa portista, que tem agora Pepe e Corona em dúvida para o jogo decisivo com a Juventus, em Turim.Marchesín, Sérgio Oliveira e Taremi regressaram ao onze portista, com Diogo Leite a render o lesionado Mbemba no eixo da defesa e Nanu a jogar pela primeira vez depois da concussão cerebral sofrida frente ao Belenenses SAD. Já o Gil Vicente apresentava-se com uma linha de cinco defesas, com Talocha a juntar-se a Ygor e Rodrigão no eixo central e Paulinho e Henrique Gomes a assumirem as laterais.O FC Porto entrava em campo determinado a fazer esquecer o desaire da Taça de Portugal e só precisou de sete minutos para chegar ao golo em Barcelos: no seguimento de um mau alívio dos gilistas a canto de Sérgio Oliveira, a bola sobrou para Uribe no interior da grande área, com o colombiano a rematar com força para o fundo da baliza de Denis.Os azuis e brancos não deixaram de procurar o segundo, mas viram Denis opor-se com qualidade às investidas de Corona (21 ) e Marega (22 ) e Otávio (45 ). O momento em que o guardião gilista vai ao chão defender, com uma palmada, o cabeceamento de Corona (41 ) é um daqueles que merece ser visto e revisto. Em sentido inverso, a equipa de Barcelos praticamente não incomodou Marchesín.O FC Porto regressou para a segunda parte com Sarr e Luis Díaz nos lugares de Pepe e Corona - o central apresentou queixas e o mexicano não recuperou totalmente do choque de cabeças com Rodrigão - e um Gil Vicente mais subido no terreno.Lucas Mineiro ainda assustou ao atirar ligeiramente por cima da baliza de Marchesín (59 ), mas acabou por ser o conjunto azul e branco a festejar no minuto seguinte: Taremi recebeu na esquerda, driblou Gonçalves e entregou a Sérgio Oliveira, que disparou do meio da rua para o 2-0. Foi o 15.º golo do médio portista na presente temporada - soma mais golos em 2020/21 do que nas últimas quatro épocas (14).O Gil Vicente tentou responder aos 64 minutos, com Pedro Marques a ser lançado na direita, mas Marchesín fez bem a mancha e conseguiu desviar o remate para canto. Já perto do fim, Evanilson (entrou aos 85 ) colocou a bola no fundo das redes, mas o VAR invalidou o lance por fora de jogo de Luis Díaz.O momentoGolo de Uribe: Depois do desaire na Taça de Portugal, muito por culpa da displicência da equipa nos primeiros 30 minutos, o FC Porto entrou com outra atitude em Barcelos, que lhe permitiu chegar rapidamente ao golo. O disparo de Uribe teve o condão de tranquilizar a equipa e deitar por terra (como admitiu Ricardo Soares) a estratégia do Gil Vicente.O melhorSérgio Oliveira: No regresso à titularidade, o internacional português encheu o meio-campo com Uribe e ainda assinou um golaço na segunda parte, um disparo do meio da rua, bem ao seu jeito.O piorGil Vicente: Demasiado inofensivo. Na primeira parte só conseguiu rondar a baliza de Marchesín em lances de bola parada, quando parecia estar a melhorar ligeiramente, surgiu Sérgio Oliveira para acabar com as dúvidas.ReaçõesConceição: Era impossível o Pepe voltar e o Corona não conseguia ver nada. Estão claramente em dúvida Ricardo Soares: Sabíamos que o FC Porto vinha ferido Sérgio Oliveira: Hoje fomos uma equipa de verdade Rodrigão: Sofrer um golo tão cedo contra o FC Porto...


Latest News
Hashtags:   

Vicente

 | 

Porto

 | 

Confiança

 | 

redobrada

 | 

Turim

 | 

Sources