Monday 12 April 2021
Home      All news      Contact us      RSS      English
campogrande - 2 month ago

Muito confuso , avalia Fetems sobre volta às aulas híbridas na rede estadual

O retorno das aulas na REE (Rede Estadual de Ensino) em três diferentes modelos não foi recebido com otimismo pelos professores. Considerado confuso, já que obrigará a adoção de metodologias de ensino diferentes em um curto espaço de tempo, o retorno como proposto vai contra indicativo feito anteriormente pela categoria. Segundo o presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Jaime Teixeira, o modelo para esse retorno às aulas ainda não foi apresentado à entidade, sabendo sobre o assunto apenas pela imprensa. Achamos que ficou muito confuso, tanto para trabalhadores se adaptarem como para alunos e pais. A secretaria precisa melhorar o entendimento dessa proposta , comenta Jaime, que completa. Estão fazendo um primeiro bimestre com três formas de aulas . De acordo com Teixeira, os professores mantém a ideia de que é melhor iniciar o primeiro bimestre todo remotamente, dando tempo para que a vacinação dos professores seja realizada até o início do segundo bimestre. Mas para isso acontecer será necessário um esforço do Governo do Estado para imunizar os professores . Jaime ainda frisa que vai conversar amanhã (26) no período matutino conversar com a secretário estadual de Educação, Maria Cecília Amêndola da Motta, para entender melhor a proposta da pasta e buscar um diálogo sobre mudanças.  Só depois dessa conversa e de entendermos melhor é que vamos nos manifestar mais claramente , promete Jaime Teixeira sobre a possibilidade de greve dos profissionais da educação, caso tenham que dar aulas presenciais antes de serem vacinados. Aulas híbridas - A SED (Secretaria de Estado de Educação) anunciou nessa quinta-feira (25) como será realizado o retorno às aulas, a partir da próxima segunda-feira (1º), na rede estadual. Inicialmente, o ensino será online e vai migrar em abril para o modelo híbrido. Além disso, está previsto um #39;acolhimento #39; no início de março. Nas duas próxima semanas, os alunos deverão ser recebidos presencialmente nas escolas estaduais de Mato Grosso do Sul para conhecerem os professores e entenderem como será a dinâmica híbrida de ensino, que mistura aulas online com presenciais. O aluno vai um dia só na escola na primeira semana para conhecer os professores, eles poderão tirar dúvidas com professores sempre que quiserem na escola, isso avisado antecipadamente , explica superintendente da SED, Hélio Daher. Ele e a secretária Maria Cecília conversaram hoje pela tarde com a imprensa, em entrevista coletiva realiza na governadoria. Eles apontaram que as duas semanas de acolhimento serão com 1/5 dos alunos por dia, por unidade de educação.  A ida à semana de acolhida será facultativa, sendo que não haverá problemas se os pais não quiserem mandar os filhos. Conforme a SED, o ensino híbrido a partir de abril está garantido, a não ser que o número de casos de covid-19 volte a subir localmente. Se continuarem os dados da covid como está agora, será híbrido, independente de ameaças de greve dos professores , comentou o superintendente sobre movimento da categoria para que as aulas presenciais – ainda que híbridas – voltem somente depois que todos os professores estejam vacinados.


Latest News
Hashtags:   

Muito

 | 

confuso

 | 

avalia

 | 

Fetems

 | 

sobre

 | 

volta

 | 

aulas

 | 

híbridas

 | 

estadual

 | 

Sources