Friday 26 February 2021
Home      All news      Contact us      RSS      English
campogrande - 3 days ago

Projeto em quilombo abre atividades com cultura afro e capoeira

Em março, inicia uma nova fase do projeto Quilombo em Atividade com foco na capoeira e cursos para elaboração de projetos e inclusão étnico-racial no quilombo São João Batista, em Campo Grande. As atividades serão gratuitas.  Nesta fase haverá vivência em capoeira Angola, curso para elaboração de projetos culturais e capacitação de professores para inserção da temática étnico-racial e afro-brasileira no currículo escolar. Os cursos estão previstos para iniciarem a partir do dia 1º de março. Serão três atividades e, em seguida, o lançamento do site com as audiografias [fotos e áudios] com entrevistas e  narrativas de moradores do quilombo.  Programação - Interessados em participar dos cursos deverão preencher um formulário que será disponibilizado no Instagram (@quilomboematividade), por meio de um link na bio - com todas as informações e passo a passo necessário.  A vivência em capoeira angola está programada para 1º de março a 21 de abril (segundas e quartas-feiras),  das 20h às 21h30, com o capoeirista Rafael de Sá, do Grupo Anunciando a Consciência Negra com os Meninos de Angola. Já o curso de formação de professores Cultura Afro-brasileira , ficará a cargo do geógrafo e capoeirista, Marcos Vinicius Campello Jr, e será realizado de 6 a 27 de março, aos sábados, a partir das 9h. Enquanto o Laboratório de Projetos será executado pela produtora e artista visual, Vanessa Bohn, de 30 de março a 13 de abril (terças e quintas-feiras), das 20h às 22h. A vivência em capoeira angola e o laboratório de projetos serão estendidos a outros Quilombos do Mato grosso do Sul que queiram participar desse fortalecimento de cultura. São João Batista  - O quilombo é situado no bairro Pioneiros, região sul de Campo Grande. A história dessa comunidade passa a ser contada a partir da matriarca da família Anunciação e Bispo, Srª Maria Rosa Anunciação, mãe de 9 filhos, filha de negros escravizados originários da Bahia e Minas Gerais. Ela que fez uma promessa  ao santo, São João Batista, por conta de uma gestação complicada e, que após a graça concedida, passou a realizar a festa que virou tradição familiar. Celebração iniciada, em 1922, em Coxim e que passou a ser realizada em Campo Grande a partir de 1945. Ano que Maria Rosa veio com a família para a cidade em busca de uma vida melhor. Curta o Lado B no Facebook e no  Instagram . Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.


Latest News
Hashtags:   

Projeto

 | 

quilombo

 | 

atividades

 | 

cultura

 | 

capoeira

 | 

Sources