Wednesday 24 April 2019
Home      All news      Contact us      English
desporto - 1 month ago

Bruno Magalhães e Ricardo Teodósio favoritos contra a armada estrangeira no rali dos Açores

Os portugueses Bruno Magalhães e Ricardo Teodósio partem como favoritos à vitória no rali dos Açores, entre quinta-feira e sábado, prova de abertura do Campeonato Europeu de Ralis e que também pontua para o Nacional.O caráter Europeu do evento, que vai na 54.ª edição, traz ao arquipélago uma armada de estrelas internacionais, a começar pelo russo Alexeyy Lukyanuk (Citroen C3), campeão europeu de ralis, mas as maiores atenções recaem nos portugueses Ricardo Teodósio (Skoda Fabia R5) e Bruno Magalhães (Hyundai i20 R5).Ricardo Teodósio chega a esta que é também a segunda prova do Nacional como líder do campeonato, após a vitória na abertura, em Fafe. Para mim é sempre um prazer correr nos Açores, que considero um dos mais bonitos do campeonato , afirmou o piloto, que tem José Teixeira como navegador.O piloto da Skoda traz, além da motivação, melhorias no Fabia R5: A prova deste ano tem cerca de 40% de novos troços, mas acredito que as características das especiais não serão muito diferentes [do habitual]. Chegamos motivados pela vitória em Fafe e com uma melhoria no diferencial e na caixa de velocidades, pelo que acredito que vou conseguir uma afinação já muito perto daquilo que considero ideal , disse.Já o campeão de 2018 começou a caminhada de sucesso precisamente no arquipélago português, com uma vitória que o catapultou para o título. Alexey Lukyanuk não esquece a atmosfera incrível que rodeia a prova, esperando explorar novos troços na ilha de São Miguel.Por sua vez, Bruno Magalhães (Hyundai i20), que este ano regressa ao campeonato nacional a tempo inteiro e que aqui venceu em 2017, é outro dos favoritos.Apesar de este ano não participar no Europeu, quer somar o máximo de pontos a pensar no título nacional, a grande ambição de 2019. Foi o compromisso que assumimos este ano e é nisso que estamos focados. O facto de ter de desistir de lutar pelo título europeu a duas provas do fim em 2018 devido à falta de patrocínios foi uma desilusão muito grande. Face ao desafio de voltar a fazer um campeonato completo, o que já não acontecia desde 2011, não podia recusar , explicou Bruno Magalhães, em declarações à agência Lusa.Apesar de ter falhado as duas últimas jornadas, ainda foi terceiro classificado, depois de ter sido vice-campeão no ano anterior.Para além destes, a prova insular conta ainda com a presença de pilotos como Miguel Barbosa (Skoda Fabia R5) ou Ricardo Moura (Skoda Fabia R5), o grande favorito do público, ou não fosse piloto da terra.O madeirense Bernardo Sousa (Citroën C3 R5) será outro dos regressados a marcar presença.Entre os ausentes, nota para o campeão nacional Armindo Araújo (Hyundai i20), que optou por não nomear esta prova para pontuar no campeonato português, ou do antigo campeão José Pedro Fontes (Citroën C3 R5).O rali dos Açores é primeira prova do FIA ERC, o campeonato europeu de ralis, e tem início esta quarta-feira à noite, com uma especial noturna, no centro da cidade de Ponta Delgada, e termina no sábado. Ao todo serão 690 quilómetros de extensão, dos quais 223,93 serão cronometrados. Estão inscritos 48 pilotos.

Related news

Latest News
Hashtags:   

Bruno

 | 

Magalhães

 | 

Ricardo

 | 

Teodósio

 | 

favoritos

 | 

contra

 | 

armada

 | 

estrangeira

 | 

Açores

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources