Saturday 15 December 2018
Home      All news      Contact us      English
desporto - 10 days ago

Folha não queria defrontar o FC Porto agora mas avisa: Não nos limitamos somente à tarefa defensiva

O treinador do Portimonense, António Folha, defendeu hoje que a visita de sexta-feira ao FC Porto, para a 12.ª jornada da I Liga de futebol, será ainda mais difícil porque o rival está no melhor momento da temporada.António Folha, que nos tempos de jogador esteve muitos anos no FC Porto e integrou os quadros técnicos das camadas jovens e da equipa B antes de assumir o comando técnico do Portimonense, rejeitou a ideia de que será um jogo especial e garantiu que o Portimonense não se vai concentrar só na defesa.“Todos os jogos são especiais como profissional de futebol. É uma casa onde tenho muitos amigos, muito e bons, isso sim”, reconheceu o treinador da equipa algarvia, que chega ao confronto no terreno do líder do campeonato como 11.º classificado, com 14 pontos, a 13 do próximo adversário.Folha afirmou que “jogar contra o FC Porto no [estádio do] Dragão não é fácil” para “qualquer equipa” e sublinhou a série de 10 jogos em que o FC Porto “vem vencendo, em crescendo”, o que deixa a equipa campeã nacional “extremamente motivada”.“Até pela forma como tem ganhado os jogos, vamos encontrar muitas dificuldades, mas trabalhamos também muito bem para poder jogar”, contrapôs o técnico, que rejeitou comparações com o triunfo alcançado em Portimão diante de outro ‘grande’, o Sporting, por 4-2.Folha disse que o jogo com o Sporting e esta deslocação ao Porto têm “contextos completamente diferentes” e defendeu que “os jogadores e os profissionais têm que ter motivação para jogar todos os jogos”.“Pelo menos eu encaro as coisas dessa maneira, porque os profissionais têm mais jogos que não são com os ditos grandes e têm que manter muita qualidade para chegar ao topo, porque se jogarem só três jogos por ano, esses profissionais não chegam ao topo”, acrescentou.António Folha defendeu que “qualquer que seja o jogo, a mentalidade tem que ser sempre a de desfrutar, com profissionalismo e não ter medo de jogar”, embora saiba que isso “vai ser extremamente difícil”.“Claramente, o FC Porto tem vindo em crescendo e aproxima-se muito, muito, daquilo que conseguiu, e bem, no ano passado, e as equipas que ultimamente têm jogado contra o FC Porto não têm tido muitas hipóteses de lhe roubar pontos”, disse, respondendo à questão sobre se o a equipa de Sérgio Conceição está no melhor momento da temporada.A vitória do FC Porto diante do Boavista, no último minuto, na última ronda do campeonato, mostra, segundo António Folha, “o acreditar e a união daquela equipa até ao fim”.“Sabemos dessas dificuldades todas, sabemos de tudo, mas nós Portimonense também queremos jogar, participar no jogo, não nos limitamos somente à tarefa defensiva, porque não me sinto bem assim e montarei sempre uma equipa que possa jogar”, garantiu.O FC Porto, líder da I Liga, com 27 pontos, recebe na sexta-feira o Portimonense, 11.º classificado, com 14, no jogo de abertura da 12.ª jornada da prova, marcado para o Estádio do Dragão, com início às 20:30.

Related news

Latest News
Hashtags:   

Folha

 | 

queria

 | 

defrontar

 | 

Porto

 | 

agora

 | 

avisa

 | 

limitamos

 | 

somente

 | 

tarefa

 | 

defensiva

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources