Thursday 13 December 2018
Home      All news      Contact us      English
desporto - 9 days ago

Jorge Jesus: Abdico de 6 milhões de euros para regressar a Portugal. Para onde? Não sei

Esta terça-feira, o diário desportivo Record publicou uma entrevista com Jorge Jesus, atual treinador do Al-Hilal e antigo técnico de Benfica e Sporting. Mesmo a milhares de quilómetros de distância, na Arábia Saudita, o técnico português não esquece o futebol luso e promete regressar. O futebol português continua com a sua forma de comunicação agressiva, do ponto de vista da defesa dos clubes pelos seus comentadores. É outro jogo que os três grandes também têm de jogar , começou por dizer Jorge Jesus, comparando depois o futebol luso com o saudita. A forma de estar no futebol aqui vai fazer com que olhe para as coisas de forma diferente quando voltar a Portugal , referiu. Especialmente do ponto de vista do respeito pelos adversários em termos de comunicação. Temos a mania dos mind games em Portugal. Vou deixar de fazer isso. Porque entro em conflito individual. Foi o que fiz com o Rui Vitória quando troquei o Benfica pelo Sporting. Também o fiz com o Lopetegui quando estava no Benfica. Não lhe chamava Lopetegui. Chamava-lhe Lotopegui , porque havia interesse em expor o treinador adversário. Era uma estratégia de comunicação , admitiu Jesus.A presidência de VarandasQuestionado sobre o atual presidente do Sporting, Frederico Varandas, e do despedimento de José Peseiro, Jorge Jesus esclareceu que quem contratou o José Peseiro não foi o atual presidente. O Frederico Varandas é um homem que gosta de tomar decisões e ter as suas ideias. Se tivesse sido ele a contratar Peseiro, não o tinha mandado embora assim, tinha dado mais tempo ao treinador .O treinador português elogiou ainda o trabalho do seu sucessor no comando dos leões ao dizer que José Peseiro não estava a fazer um mau trabalho. Acho normal que um presidente não queira trabalhar com um treinador que não escolheu, mas se eu fosse o presidente, não tinha mandado o José Peseiro embora .As competições europeiasJá sobre a presença das equipas portuguesas nas competições da UEFA e questionado sobre o que podem essas equipas fazer, Jorge Jesus considerou que vão ficar cada vez mais longe, porque os clubes mais poderosos estão a ficar ainda mais poderosos financeiramente . As pessoas desvalorizam a Liga Europa, mas fazem mal. Quando chegamos aos oitavos-de-final ou quartos-de-final, apanhamos equipas de Champions. Fui duas vezes à final - uma tive de eliminar a Juventus, na outra joguei com o Chelsea na final , esclareceu Jorge Jesus. Em Portugal muita gente nem diz o que sabe, nem sabe o que diz. Hoje em dia, o futebol é muito fácil de ser falado, mas muito difícil de ser jogado e treinado , garantiu.O regresso a PortugalJorge Jesus não esconde que quer regressar a Portugal a todo o custo. Questionado sobre a possibilidade de treinar o FC Porto caso os dragões sejam campeões e Sérgio Conceição deixe o clube, Jorge Jesus esclareceu: Gosto muito do Sérgio Conceição e sou amigo dele (...). Sempre vai dar os passos que tem de dar e eu vou continuar a dar os meus . Para onde? Não sei. Quando volto a Portugal? Não sei. Agora que tenho isso como objetivo da minha carreira, tenho , referiu mais uma vez, explicando ainda que não se vê a treinar um grande da Europa porque eles não têm dinheiro para me pagar . Se eu for para a Europa, têm de me pagar o dobro que me pagam aqui para eu receber o mesmo. Falando abertamente - hoje ganho 8 milhões de euros limpos, se for para a Europa têm de me pagar 16 milhões. Quem paga isso? , lançou Jorge Jesus.Confrontado com uma possível ida para clubes como Barcelona ou Real Madrid, emblemas capazes de cobrir esses valores, o treinador português esclareceu que ao vir para a Arábia Saudita, perdi prestígio na Europa. Nem o Real Madrid, nem o Barcelona ou outra grande equipa vê, buscar o Jorge Jesus que está na Arábia Saudita. Ir para Portugal é o único cenário que coloco, embora tenha consciência de que vou perder 5 ou 6 milhões por ano. Mas não me importo nada com isso, porque vou para o meu país, para a minha terra e vou para ao pé dos meus amigos. Abdico de 6 milhões para regressar ao meus país , concluiu.

Related news

Latest News
Hashtags:   

Jorge

 | 

Jesus

 | 

Abdico

 | 

milhões

 | 

euros

 | 

regressar

 | 

Portugal

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources